Quem é?

O Dogma é uma banda de Rock Progressivo formada em Belo Horizonte (MG) em 1991. Realiza um trabalho autoral com músicas basicamente instrumentais, reconhecidas pela veia sinfônica, e pelos arranjos ricos no uso da guitarra elétrica e dos sintetizadores.

Em seu histórico conta com dois discos de expressão internacoinal lançados pelo selo Progressive Rock Worldwide: Album (1992), com a participação do violino de Marcus Viana na faixa Clouds, e Twin Sunrise (1995). O grupo foi brindado com sucessivas críticas elogiosas no Brasil e no exterior, tendo sido considerado a “Revelação 92” pela Harmonie Magazine (França), ficado em 2º lugar na preferência dos ouvintes da Radio Roma FM (Itália), e também entre os 10 discos atuais de rock progressivo mais vendidos no Japão.

Após a reativação da banda em 2005, inúmeras composições inéditas estão sendo apresentadas nos shows, ficando a esperança do lançamento de um novo disco.

Membros atuais

Fernando Campos

Guitarra

Sebastião Junior
(Juninho)

Bateria

Marcus
Padrini

Teclados, Sintetizadores, Flauta e iPad

Rafael
Odon

Baixo

Galeria de Fotos


Créditos: Mário Machado

Reviews

  • Review from Progarchives.com:

    "Dogma is one of the best new bands from South America. The music performed on these two great albums is at the same time symphonic and melodious. Their compositions are very melodic relying on symphonic keyboard arrangements and some superb guitar interventions from Fernando Campos. The guitarist has some Steve Rothery, Mike Oldfield echoes or Steve Hackett style. The group's music is mainly influenced by Genesis and Camel. DOGMA'S debut album is definitely British in style. By its long instrumental tracks of excellent melodic music in the neo-progressive vein. "Twin Sunrise" is considered the best work of progressive rock by most proggers. It is more symphonic, powerful and melodic than the 1st, but it continues most instrumental and marvelous. A recommended album for lovers of Steve Hackett, Camel and Sagrado Coração da Terra... A winner!!!"

  • Review do Progrockvintage.com:

    "Heresia seria se eu deixasse de citar o show de abertura da tradicional banda Dogma, que muito me surpreendeu com um curto, porém belíssimo espetáculo instrumental. O guitarrista e líder, Fernando Campos encontrou jovens talentos no cenário progressivo mineiro e fez com que o Dogma surgisse com uma nova roupagem, dando a banda um ponto a mais de criatividade. O terceiro disco de estúdio ao qual será lançado em breve, promete arranjos muito bem elaborados e uma obra progressiva instrumental de muita qualidade. Aguardamos ansiosos por esse lançamento."

  • Review from Progvisions.com:

    "Though Dogma had only put out two albums, they seemed to be one of the pinnacle bands in the thriving Brazilian progressive rock scene. Their sounds are big, clean, precisely orchestrated and emoting of a grandiose experience. It can best be described as symphonic rock that’s wedged someone between neoprog and old instrumental prog ALA Finch. They (...) never stray from an eloquent form of arrangements. Dogma has class and it’s musicianship is nearly faultless."

Ouvir

Essas e as demais músicas do Dogma estão disponíveis no Soundcloud da banda.

Adquira os discos do Dogma na Megahard Records.

Vídeos

Three Dot Six

(Ao vivo durante ensaio)

Seven Angels in Hell

(Ao vivo do Palácio das Artes)

Three Dot Six

(Ao vivo do Palácio das Artes)

Nas Redes Sociais